quinta-feira, 12 de abril de 2012

When I was a little girl...



Pictures by Instagram



Gosto de começar a escrever textos que comecem por “quando eu era pequenina”, porque inevitavelmente me transporta para uma série de “snapshots” de pura felicidade e despreocupação. Por vezes acabo por ser mal interpretada quando começo com as minhas divagações nostálgicas e caio no risco de parecer que não gosto da minha vida presente. A verdade é que adoro a minha vida tal como ela é agora, casada de fresco, com uma pessoa ao meu lado que diariamente me faz rir (o que descobri que é do mais importante na vida, pois ajuda a olharmos para esta com toda uma maior leveza!), tenho agora independência financeira, um reportório de viagens feitas que me preenchem o espírito e umas quantas mais em vista, e acima de tudo, tenho muito mais auto-confiança. A vida profissional ajudou-me bastante a acreditar no que consigo fazer, a ter confiança nas minhas capacidades e determinação para superar as adversidades.
Ainda assim, gosto de recordar a minha infância; os bons momentos, os disparates, as brincadeiras despreocupadas e inocentes e os sonhos em crescer e ser adulta, acompanhado da projecção de roupas de senhora, saltos altos e bujuteria como a da mãe. Que bem me recordo de observar a minha mãe a arranjar-se e a abrir aquele cofre dourado com chavinha, recheado de bijuteria desde pulseiras enormes no meu pequeno pulso de criança, anéis e brincos semelhantes aos de hoje à venda na Bimba&Lola, recuerdos de viagens como colares de pedras grandes marroquinos, de cores vibrantes e exóticas. Toda aquela panóplia cintilante me fascinava e sorrateiramente esperava a saída da minha mãe, para prontamente rodar a chavinha e remexer todas as preciosidades daquele cofre. Bem junto àquele cofre grande, havia um mais pequeno, dourado também com chavinha, que continha as peças de ouro e prata que na altura não despertava a curiosidade dos meus dez anos.
Estas pulseiras lindas da linha Marni para a H&M, depressa me fizeram lembrar aquelas pulseiras enormes de grandes pedras que a minha mãe usava, e apesar de hoje em dia, não ser especial adepta do regresso da bijuteria dos anos 80, preferindo por vezes as peças que escondia o pequeno cofre dourado da minha mãe, estas captaram a minha atenção. E como devem ficar lindas com o bronzeado do Verão!

XoXo

P.

5 comentários:

  1. são lindas babe!! não pude deixar de reparar que o teu numero de seguidores duplicou de ontem para hoje ;) espero que tenhas gostado da surpresa :D beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adorei claro madrinha!!! Belo presentinho de Páscoa!;) Love U***

      Eliminar
  2. Hihi são lindas não são :) E ficam tão bem juntinhas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São maravilhosas Raquel! De ínicio pensei que não fossem ficar bem juntas devido ao meu pulso magrinho mas até gostei do resultado!;)

      Eliminar